Colabora na autogestom!

Triodos Bank: ES06-1491-0001-2120-2936-2023

Titular: Associaçom Cultural OPAíí!! [Ondas Para Ativaçom da Informaçom Independente]

Escoita! Rádio FilispiM Winamp, iTunes Windows Media Player Real Player TuneIn QuickTime VLC



25 março, 2015

Morre um trabalhador nos asteleiros de Navantia

A vítima, de 58 anos de idade, trabalhava na empresa auxiliar ÍRIS, falecia na noite de 24 de Março, esmagado por uma grande peça para uma plataforma da naviera Fernández Tapias.
O ano passado foram registrados um total de 23.214 acidentes de trabalho em jornada laboral na Galiza, um incremento de 3,79 % a respeito do 2013, según dados da Xunta de Galicia através do Instituto Galego de Seguridade e Saúde Laboral. 
A incidencia da siniestralidad laboral medida em proporção ao número de trabalhadores e trabalhadoras, também aumentou em 3,58 % em comparação ao 2013.
Em 2014, na Galiza, rexistraronse oficialmente 59 mortes por acidente laboral, e nas províncias de Lugo e A Corunha aumentou consideravelmente a siniestralidade.
Em Ferrol, no que levamos de ano, este é o segundo acidente laboral com resultado de morte de um total de 153.
A cifra de acidentes mortais na Galiza leva aumentando desde o começo da crise, em 2012 foram 42 mortos, em 2013, 47 e em 2014, 59, e isso que o número de trabalhadores e trabalhadoras desceu consideravelmente ano após ano.
As organizações sindicais consideram que é devido a um recorte em segurança e a um aumento da precaridade e más condições no trabalho.
Informou Cholo para os Informativos Locais de Rádio FilispiM

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails